Baterias Celestiais

Nanci e eu fomos ao Templo de Okuyama recarregar as baterias celestiais para um excelente e supersticioso 2008. Esse lugar é legal porque é muito próximo da imagem que eu tenho do céu com seus milhões de deuses num patati-patatá traduzido em sânscrito, aramaico e latim.
Okuyama fica numa montanha perto de Hamamatsu (25km) e são vários pequenos templos ao redor do principal. Até agora não descobri se é budista ou xintoísta, acredito que seja os dois considerando que há elementos de ambas as crenças.
No caminho que sobe ao templo-mor há dessas imagens de budinhas pelo caminho. É o patati em sânscrito e tal. Ao chegar lá em cima, há a cerimônia de acender um incenso e depois ir ao sino e tocá-lo para acordar os deuses.
O sincretismo religioso que cerca o dia-a-dia do povo japonês é curioso. Para eles o xintoísmo está para a vida e o budismo para a morte. E são muito supersticiosos, assim como eu, você e qualquer ateu.

Nenhum comentário: