É covardia II

To escrevendo, to escrevendo. Dois personagens, diálogo, dos fedidos, fudidos, miseráveis, podres, imundos querendo salvar a pele detonado o couro do outro. Sim, eu sou pele, você é couro, seu irracional.
Já me perguntaram se eu to escrevendo e to querendo lançar algo nas comemorações dos 100 anos da imigração japa no Brasil.
Não.
Não mesmo.
Eu fiz o caminho inverso e esse é o meu problema.
Quem fez o caminho anterior criou outro, que bebam em sua homenagem, mas não eu. Nem na minha.

4 comentários:

Gustavo disse...

Bebo em tua homenagem, independente do centenário.
E vou brindar!

Gustavo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gustavo disse...

Bebo em tua homenagem, independente do centenário.
E vou brindar!

TARCIO VIU ASSIM disse...

Panquissauro
Cada macaco no seu galho, cada qual com seu pau, como se diz aqui...
japa no sertão é coisa rara, raríssima, quase neve, ( dizem que agora estão produzindo toneladas com o agronegócio em Petrolina, só que Petrolina embora sertão é quase um dia de viagem distante de nós )
... mas esse centenário não está recebendo o destaque que merece...
merece?
...
nem tu, Brutus?!
...
Ah, qdo acabar teu caminho inverso e quiser vir pro Nordeste, o convite para o sertão (Tuparetama) está de pé.
-