Patati e patatás

Tremeu nada, segundo o Laerte. É invenção da CIA pra alguma coisa que está por vir.
Invasão do Irã?

Assisti a entrevista do pai e da madras no Fantástico.
Ele tem pobrema em articular a palavras. Com os pluraus tambéns.
Ela não olhou para ele em momento algum da entrevista, estranho. Ela chorava sem lágrimas.
Ele não respondia nada com nada. Ela cortava as respostas dele.
O que eu acho? A casa caiu, seu Alex e dona Anna.

Ontem emprestei um cd do Egberto Gismonti prum professor de luthieria lá da Apollo Piano. Ele detestou. Achou que um frevo era samba. Muita nota em pouco espaço, disse, música assim cansa.

Hoje a insônia não me pega, tomei uma aspirina. Devo crer que se é Bayer, é do bom. Então dá barato.

4 comentários:

Kenia Mello disse...

Em mim, baixa a minha já baixa pressão. Sou alérgica ao ácido em questão, mas tomo quando estou com enxaqueca e não tem paracetamol por perto. Fico mole e capoto, batata. Mas não recomendo. Não tem Maracugina por aí, não?

PUNKSSAURO disse...

Buá! Eu TOMO maracujina! Buá!

Kenia Mello disse...

De litro?

Dani (ela) disse...

- mór-ro de alergia (que nem cê contou aí em baixo). daí, tomo Polaramine... mata leão mininu! não sei se passa dor de cabeça, mas um sono duzinfernus.

- até que enfim alguém notou porque o pai da menina não passou nunca na prova da OAB; concordancia 0.

- olha, nem te conheço direito, mas gostei tanto, tanto daqui que te adicionei ^^ !

prazer! Dani