Auto - A Judas

Tava vendo uma revista brasileira publicada aqui no Japão e tinha uma lista de livros para comprar pelo correio etc. A maioria de auto-ajuda. A maioria da maioria da Zíbia.
Mas um me chamou muita atenção. Começa pelo nome do autor, um mix etimológico entre um hindu bem louco e aquela escandinávia badauê.
Claro que o cara se recusa a entregar o nome de batismo e prefere ser conhecido por essa aberração que graças à auto-ajuda, esqueci.
O livro do guru Helsinque-Ganges chama-se Doze Passos para o Sucesso. Contei os passos que dou entre a beira da cama e o banheiro. Só de escada são doze. Depois da escada, mais onze. Dei passinhos miudinhos para sacanear e dizer que o décimo segundo passo é extremamente pessoal e não se conta.

Essa Zíbia é uma mentirosa. Primeiro porque ela acredita em deus. Nada contra quem acredita em deus. O problema é acreditar em deus e na Zíbia. Acreditar na Zíbia. Ninguém lê um livro pelo mero prazer de contradizê-lo. Então lê-se para crer-se, na maioria das vezes. Lê-se para matar a curiosidade. Lê-se pouco, é notório, e esse pouco é gasto em Zíbia. Enfim.

Tem o irmão dela que esqueci o nome. Ótimo.

Li toda a obra do Lobsang Rampa. Mas dá um boi, cara, eu tinha 14 anos.
O monge Lobsang diz que saiu do Tibete durante a invasão chinesa nos anos 50. Saiu e descobriu que tinha por missão desvendar os segredos mágicos de Lhasa ao ocidente. Mas ele ficou doente e precisava de um corpo. Encontrou um canadense que estava morrendo e transferiu seu espírito ao corpo do cara. Assim, feito música de cd para cd. Eu tinha 14 anos, cara.

Tem um título que acho o máximo: Jesus - o maior psicólogo, qualquer coisa assim. Entre Jesus e Freud há duas coisas em comum, ambos eram judeus e estão mortos.

Quer pensar auto-ajuda? Pega um cotonete e tira caruncho do umbigo. É um começo. Depois pensa no quarto. A casa. A vizinhança. Chama todo mundo pruma festa. Vem quem quer. Quem veio, veio, quem não veio, quanta ingratidão!

2 comentários:

Kenia Mello disse...

Melhor que livro de auto-ajuda é uma bela de uma faxina! Aclara os pensamentos, equilibra as emoções e o cheiro de limpeza dá a maior endorfina, meu. Depender de mim, esses caras estão falidos...

rnt disse...

hehe "Entre Jesus e Freud há duas coisas em comum, ambos eram judeus e estão mortos". adoro.
tem no youtube um vídeo do gaspareto irmão da zíbia recebendo o calunga em pleno programa na redetv: naoconsegui assistir inteiro, vergonha alheia demais!
O_o
vou escrever um livro de auto-afunde-se.