Ser ou not to be

TARCIO VIU ASSIM disse...
Caçamba! Nei é curintiano e eu nem sabia!
- Mais um ponto pra vosmecê, cumpadre!
- Sport e Timão pra sempre!
1 de Novembro de 2008 04:52


Para quem ja se conhece, faz e desfaz, fica facil identificar-se pelo time de coracao. Sem desmerecer o alvinegro sagrado da farda e flamula do Timao, foi foda ser corintiano em 2008, o ano do fundo do poco, a era das incertezas, o pe-na-jaca, o-ano-em-que-aguentamos-piada-ate-de-quem torce-pra-Portuguesa - quase um fusca lotado.

Em 1989, na primeira eleicao presidencial depois dos coturnos, perdemos para o grande vazio de Alagoas, Collor e corja. E a cidade de Sao Paulo, reduto primal do petismo nacional, foi preponderante para que Nandinho vencesse. Logo na posse, porem, houve o confisco das contas correntes e das poupancas e como efeito de anti-midia e never-fiz-isso, onde estavam os colloridos? O grande sumico dessa massa tambem aconteceu no impichamento do Homem, todos desapareceram, todos viraram defensores da austeridade brasiliense, ninguem votara em Fernando Collor de Mello para presidente.

Eu vi alguns corintianos guardarem suas camisas no fundo da gaveta, negarem e esconderem suas cores, sacrificarem seus ritos cabalisticos por medo da Inquisicao dos bobocas do Morumbi e dos babacas da Lapa. Sem querer justificar, a minha sempre esteve la, so a visto em vitoria de final de campeonato ou em ascencao a primeira divisao.

A gente fica meio puto. Queria ter falado mais do Timao aqui no blog ou nas ruas. Mas nao deu. No final das contas a gente acabava aguentando jocosidades alheias, se defendendo. Mas acabou. Por isso a surpresa do Tarcio com as cores do meu coracao. Fiquei na moita. Mas acabou.

Um comentário:

Kenia Mello disse...

Pois eu nunca fico na moita, não nesse aspecto (e estou aprendendo a não ficar mais em outros também).
Meu time sempre foi avacalhado, especialmente pela mídia do S e SE, estivemos muito tempo na Segundona, amargamos o Centenário sem ter nada segundo a gréia local e por aí vai, mas quando o time é do coração é isso mesmo e sempre. PST! (Pelo Sport Tudo!)

Beijo.