Aquiles - Ultimo Trem (3 de 5)

Nao pode ser. Esse cara nao. Ate outro dia ele estava me contando que a embaixada japonesa no Brasil tinha dado a maior canseira para liberar o visto da mulher e que finalmente ela chegou. A mulher do cara chegou, ele nao iria cantar de galo em outro terreiro.
Mas parece que cantou. A desconfianca de Aquiles tinha se concretizado quando viu as marcas de pneu na sua vaga de estacionamento.
- Pode ver o carro dele, os dois pneus da frente nao sao iguais, tem os riscos diferentes.
Pior que era verdade. Claro que fui debaixo do carro do cara conferir.
- Se fosse no Brasil tinha gastado um tambor na virilha dele, mano.
O cara tinha estacionado varias vezes no predio de Aquiles, na vaga do carro que Aquiles nunca teve aqui no Japao.
- O pior nao e' isso. O pior e' que desde que chegamos no Japao ela nao quer transar comigo.
E chorava. Raiva, soluco, dor, cornice. Nada mais cafona, nada mais infeliz.

Nenhum comentário: