Aquiles - Ultimo Trem (1 de 5)

Gente boa, estava no olhar, o rapaz era do bem.
Trabalhava ali de frente, uns cinco metros da minha maquina. A mulher dele era descendente, mestica, do interior de Sao Paulo. Ele nao, ele era da PM da Capital, chegou a cabo, queria juntar uma grana aqui no Japao pra ser advogado e delegado. E nao era descendente.
Um dia chegou triste, muito triste.
Olhou pra mim e chorou convulsivamente, solucando. Levei ele pro banheiro, fiz ele lavar a cara.
Voltou pro lugar e continuou chorando.

Nenhum comentário: