É o diabo do inferno astral

O Bush filho reinvadiu o Iraque porque estava no inferno astral. Fulano pegou uma gripe porque o sistema imunológico está em baixa porque está no inferno astral. Meu computador deu pau porque está no inferno astral. Eu ou ele?

O inferno astral é uma balela muito bem articulada por algum místico galhofeiro que ganhou uma grana preta com essa bobagem.
É assim: num período anterior à data do aniversário a pessoa sente-se triste e angustiada porque a alma está triste e angustiada porque lembra-se da data que deixou de ser um corpo etéreo para ser um corpo carnal. Olha só a bobagem que me dá vontade de virar a mesa e enfiar a bola de cristal nesse místico vocês sabem onde.
Eu nunca tinha sentido isso até saber disso.
Por conta dessa asneira, existem tratamentos com cristais, cores, mantras, cheiros. Pagos, claro. Não existe SUS para batas indianas e incensos.

Por isso, gratuitamente e aberto a todos, sejam materialistas científicos ou místicos transparentes sensuais, inicio a campanha do "PARAÍSO TELÚRICO".

É facílimo, a data base continua sendo o seu aniversário. Você pega 12 meses antes do aniversário e chama isso de PARAÍSO TELÚRICO, curte adoidado e faz a festinha no dia X. No dia seguinte ao seu aniversário já começa o seu novo PARAÍSO TELÚRICO.

Mas diz a lenda, até no paraíso tem cobra. Por isso, não se iluda, tudo isso é a vida, meu chapa.



Um comentário:

LuMa disse...

Nei, essa foi boa. O inferno de Dante não é nada comparado às variações astrais que inventam por aquí tbém. Apenas em 2006, os "místicos" movimentaram 5 bilhões de euros (digo bi) para recuperá-los do inferno, suficientes para tapar parte do buraco do SUS local. Haja bata, incenso e Ravi Shankar! E não é que uma vez eu ví uma inserção aí tbém, em português, algo como "Pai de Santo Nakamura - Leitura de búzios por telefone"...? Abraços