SURPRESAS

Poster do filme "A MARCHA DE TOKYO" (Tokyo Koshin Kyouku) - 1930

Ainda não assisti o filme, mas me chamou a atenção esse poster de 1930, totalmente Kandinsky, artista russo do começo do século XX, contemporâneo do filme.
O detalhe dos kanjis modernosos, e pelo fato de serem a única referência japonesa num desenho ocidental, quase Bauhaus, denota a abertura dos horizontes do diretor Kenji Mizoguchi num momento militarista e xenófobo do então sagrado império japonês.
Para todos nós que gostamos de cinema japonês pós Kurosawa, surge essa referência importante.
Pelo menos na idéia do poster.

Um comentário:

Dani (ela) disse...

a sétima arte se valendo da 'arte'.

hoje, encontra-se grandes obras até no rótulo de cotonete, por aqui.