O SACO TARJA PRETA

O atual vilão do planeta é o saco plástico de compras que a gente ganha para empacotar (embrulhar, ensacar?) as compras no comércio. Dizem que demora séculos para se dissolver in natura. A pergunta imbecil que me fizeram foi de quem viveu e viverá tanto para ve-lo dissolver? A sua avó.

Não ganha mais, pelo menos aqui no Japão. Em muitos supermercados estão cobrando 5 yenes por saco (R$0,10, mais ou menos). Todo mundo está indo com a sua própria sacolinha. Se considerar que as donas de casa japonesas fazem compras todos os dias, dá mais ou menos 2000 yenes de economia por ano. Quase enche o tanque do meu carro, por exemplo.

As donas de casa japonesas vão para as compras todos os dias porque sai mais barato. Pega-se a promoção do dia e além disso, como a culinária básica é peixe ou frutos do mar, TEM QUE SER FRESCO, senão dá merda.

São chamados frutos do mar, mas são todos bichos, estranhos bichos de olhões e tentáculos, crustáceos, moluscos, animais que para mim são insetos do mar, mexilhões feios e fedidos. Eu não posso comer os carangueijões de Hokkaido. Dá piriri, dá merda.

Algo estranho acontece com os sacos, em alguns produtos, em alguns comércios. Se a pessoa compra uma caixa de camisinhas ou um pacote de absorventes higiênicos, eles colocam numa sacola preta. Um saco tarja preta. Uma espécie de censura prévia para denotar que o que a pessoa está carregando é para usar nas partes pudendas. Ou seja, dedura quem está no período menstrual ou quem está com tesão.

Se o saco tarja preta está lá para preservar a intimidade da pessoa, deu-se um tiro no pé.

Ou melhor: matou piolho com martelo.

4 comentários:

LuMa disse...

Dei muita risada com este texto! O saco preto é "discrição embaraçosa".

Jura que vc não pode comer caranguejão de Hokkaido? Pris, vai separando pra mim num cantinho que pego qdo for aí. Eu fico com réiva pelo abuso de embalagens de presentes que recebo dos japoneses. Os designs são muito refinados, de extremo cuidado e bom gosto, mas é um tal de caixa dentro de caixa, que é dentro de um saco lindo, que é dentro de celofane maravilhoso, que é dentro de uma caixa de pinheiro mais cara que o conteúdo. Qdo finalmente vc chega ao miolo, com ânsia e fome, descobre que só tem 2 pedacinhos. Um para comer, um para apenas nomorar com os olhos(rs)! *Feliz vc, que pode comer tantas coisas boas por aí... Beijos

batatatransgenica disse...

embalagm discreta, dizem os anúncios de sex-shop também. lol! essa do saco tarja preta foi muito boa.

Abel disse...

Já me disseram que os sacos que vão parar nos rios se desintegram correnteza abaixo formando uma camada já imensurável dividindo espaço com o plancton nos oceanos. Já me disseram que na África os sacos, pela realidade econômica mais finos que o comum, se transformaram em praga, podendo ser vistos voando pelas savanas. Já me disseram que na Índia os sacos chegam a represar rios. Sou conhecido em meu bairro por recusar sacos que me empurram irresponsavelmente padarias, mercearias, farmácias, etc. Aqui parece que se instituiu um constrangimento em se carregar qualquer coisa desensacada. Enquanto isso os lcd 42" exibem nas lojas as maravilhas do fundo do oceano, da África, da Índia, das ilhas tropicais. Preciso que alguém me diga qual é de fato o problema deste planeta.

Gilson Santos disse...

Muito bom, dei muitas gargalhadas
Acontece que me ocorreu quando eu era um garoto ainda e trabalhava de mensageiro.A secretária me pediu que comprasse absorventes para ela.
Conclusão: Sai pelas ruas de Santos com um baita embrulho estranho, onde a balconista tentando disfarçar o modess transformou o pacote num adereço de fantasia de carnaval.
tsc...