TÁTA

A Táta é uma tartaruga cujos avós nasceram nos Everglades da Flórida. Os pais dela nasceram em viveiros japoneses feitos para criação comercial desses seres mal humorados. Répteis são famosos por seu humor.
Ela não abana o rabo, não lambe a minha cara, não busca o jornal, não tem ciúmes, não faz nada que indique emoção. Ela só sente fome e saiu da hibernação há um mês. Dorme seis meses por ano.
Mas quando está com fome olha pra mim e caminha em direção ao viveiro batucando, batendo a bunda no chão.

4 comentários:

LuMa disse...

Ah...Seu Nei..., o senhor tá ficando menos punk, e bem mais punksauro. Os olhos começam a se voltar para os nossos amigos mais próximos, como a Táta, - muito mais de qdo somos apenas punk. Qto é bom ter amigos que não abrem a boca!

Dani (ela) disse...

uau. que emoção conviver com a Táta rss.

^^

Leela disse...

Nossa, eu sempre pensei que fosse Tatá. Só hoje reparei que é Táta...

Leela disse...

Aliás, a Táta parece a tartaruga do meu sobrinho, Genoveva - a Gê, elas são muito bonitas, parece até que foram pintadas à mão.