Maquina dois de ii desu ka?*

* Vai querer que use maquina dois?

Uma das vantagens de morar em Hamamatsu ou em qualquer outra cidade com um grande numero de brasileiros é o fato de alguns comerciantes locais perceberem o nosso poder de consumo e nos receberem de maneira igual ao cliente japonês. Isso esta acontecendo com lojas de carros, roupas, restaurantes, shopping centers e grandes magazines.

Há muitos anos houve um caso de uma brasileira entrar numa pequena joalheria no centro da cidade e ser expulsa por ser brasileira. Infelizmente, para o dono, a moça era jornalista, botou a boca no trombone, comprou a briga na justiça e venceu. Hoje em dia, muitos brasileiros passam pela loja e não entram.
O prejuízo não é meu.

Essa barbearia da foto é popular e no padrão fast cut, como um lava rápido: você se senta, vem um e corta, um outro da o acabamento, um terceiro apara as arestas na nuca e se for o caso, faz a barba. Pronto, vai no caixa, paga e tchau.
Eles sempre perguntam para brasileiros se queremos usar a maquina #2 porque no final das contas, é mais facil e rapido e fica aquele corte meio milico-social. Quase todo mundo usa assim, é pratico para lavar e manter.

Antes eu cortava ai, é pertinho de casa. Mas descobri o Seu Jorge que cobra 100 ienes a menos, faz a mesma coisa e ainda tem um papo bom, numa barbearia própria, perto do centro.

4 comentários:

São Paulo Urgente disse...

Eu uso maquina doi Eh...Eh...Meucabelão já era.

Dani (ela) disse...

fast cut... hahaha!

Barbara disse...

Devia ter um desses aqui, eu corto cabelo feito menino e me cobram feito menina.

Gustavo disse...

já eu corto feito menina e me cobram feito menina mesmo.
por isso que corto em casa.
cabelo liso tá sempre igual mesmo.


bom é barbearia.
pena que não tenho nada de barba.