Medo

Medo de ficar com cheiro de fritura depois de fazer tempurá de pimentão.
Medo de ladeira, ponto morto, o carro ir pra trás e dar uma bundada no cara do retrovisor.
Medo de pegar ônibus errado com dinheiro contado.
Medo de gente de outro país, outra cor, outra religião.
Medo de gente com barba e turbante.
Medo de aventura, de fogos e concursos públicos,
Medo de fazer amor, de DST, de não fazer amor,

Medo, medo medo. Só medo.

Medo de altura, beirada de ponte e terraço de cobertura.
Medo de vir tudo errado após reiterar o pedido no menu ao garçom.
Medo de acreditar em partidos de esquerda, centro esquerda, centro direita e de direita.
Medo de ganhar a direita da direita.
Medo de camarão vencido.
Medo de gritarem teu nome na rua.
Gritarem de novo.
E de novo.

Ou nunca mais nada.

Nenhum comentário: