Só no pianinho

Depois de muitas peripécias, incluindo um curso profissionalizante de operador de empilhadeira industrial, voltei para a Toyo Piano e orgulhosamente posso dizer que sou luthier novamente.

A felicidade tem dono e sou eu. Hoje sou eu.

5 comentários:

Laerte disse...

Parabéns, luthier.
Os líderes mundiais haviam mesmo afiançado que esta crise era das mariquinhas.
Beijo!

SÃO PAULO URGENTE disse...

Parabéns e que Deus o abençoe...

Pixies disse...

"No final tudo dará certo". cool!

Kenia Mello disse...

Feliz por você, luthier, que isso é nome mais-que-lindo!
Beijos.

LuMa disse...

UAU, Nei, que bela surpresa! É um UAU com maíuscula, de coração, acredite. É motivo pra abrir aquele bom sakê, que tenho certeza, vc tem guardado na dispensa. E a propósito, dá pra dar uma afinada em algumas notas tortas da minha vidinha?