Fugu é fogo


Onze pessoas em Nato, na provincial de Toyama, foram intoxicadas com um prato de sashimi de fugu, o nosso baiacu.
O baiacu exala uma toxina poderosa que pode matar em 6 horas se a pessoa infectada não tiver cuidados médicos a tempo.
Nem todos sushiya san tem o certificado que o habilita a cortar a iguaria, que dizem, ser dos céus. O que parece, o peixinho pode levá-lo rapidinho para lá.
Sashimi de salmão e atum ainda são inofensivos.
Mesmo que o sushiya san tenha tal certificado, evite. É uma roleta russa, é como pegar carona num caminhão carregado de dinamite numa estrada trepidante e o motorista está fumando charuto.

Um comentário:

LuMa disse...

Eu já comí fugu com figa na mão,rs, esperando sair inteira do sushi-bar. Comí a iguaria com shoyu azedinho, o 'ponzu' e nabo ralado com pimenta, mas teria preferido o inócuo lambari, se não tivesse que fazer média com quem me convidou. Taí uma brincadeira que vc paga o olho da cara pra colocar a própria vida como prêmio!

Fugu, só com figa ou fuga dele!