Faz de Conta

Faz de conta que essa canção foi feita
só porque teus olhos brilharam no contra luz
de um por do sol de domingo.

Faz de conta e será assim.

Faz de conta que o mundo não é sério,
ninguém é sério e nada do que é
e está cinza ao teu redor existe
– e é verde o asfalto da tua rua.

Faz de conta que é minha a lua e não é turva.
Faz de conta uma porção
e mais outra e mais outra muito mais.
Só não espalha que tudo isso é um faz de conta
porque vão chegar mais perto
e dizer que é de verdade.

Nenhum comentário: