Menos quando dá certo, o que é raro

Não voto na Dilma, tampouco no Serra.
Nem branco, nem nulo. Apenas me ausento.

Não importa quem assuma o poder, esse ou aquela.
O que importa é que farei oposição e vou continuar reclamando.

3 comentários:

adriana nolasco disse...

ufa. votei nulo nessa e vou continuar no espetáculo dos horrores do segundo turno, e não estamos ausentes, ao contrário do que muita gente quer supor pra se sentir melhor, estamos presentes dizendo: isso não.

Anônimo disse...

Está dificil!!!!
Edna

TARCIO VIU ASSIM disse...

Eleitores punks......... ;-)