Dingo béu, acabou papel

Quatro graus lá fora.
Todos os quatro possíveis,
solzinho tímido e ainda há sombras pelo caminho.
O que faz ficar essa temperatura de trincar zoreia
é o vento e ele passa rasgando pela janela,
gritando inaudíveis, sussurrando berros.
Hoje é natal dingo béu acabou papel.

Hoje os mendigos da estação de Hamamatsu
ganharam doces das ongs amiguinhas.

O que vale hoje é o sorriso das minhas sobrinhas,
e isso esquenta.

2 comentários:

Rita Almeida Pinto disse...

Sorrisos infantis alimentam e aquecem a alma! ;)

TARCIO VIU ASSIM disse...

Poemacanção de natal bem punk bem Nei. E no meio de tanta ironia acabo descobrindo que tem mendigo no Japão (!!!)e as mesmas gentes hipócritas de cá que tentam aliviar a culpa enganando a fome alheia com esmolinhas. Ê mundo velho...