Um clique e está tudo bem

Tenho que dar um telefonema,
tenho que ir ao andar de cima,
tenho que encontrar meu celular.

Tenho fome, sede, medo e
desenhos autografados pelo autor.
Tenho meu amor no travesseiro ao lado,
tenho sangue, planos, tv plasma gigante,
sonhos de creme vencido azedando na geladeira
dos sentimentos mais distantes, quase poliglotas.


Tenho nove linhas escritas e nenhuma solução,
tenho que ouvir canções de amor mais simples,
tenho que parar de associar
bermuda + seriedade + Kid Abelha,
tenho que aprender sobre os vôos anárquicos
sem mapas sem pouso sem nada
além das asas, paisagens
e um bom mp3 player
com bateria infinita.

2 comentários:

TARCIO VIU ASSIM disse...

Tenho que aprender a dizer/escrever poesia assim...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

que delícia de poema.... eu acho que tenho que desaprender tudo, mas o mp3 com bateria infinita, esse eu quero.