Grana japonesa

1 dolár, aproximadamente 80 yenes.

Uma lata de guaraná Antártica no Seven Eleven, 120 yenes.

Uma caixa de chá de jasmim, 300 yenes.

Um jogo de cordas Fender Regular, made in Mexico, 800 yenes.

Um cd de jazz anos 50 na promoção da Tower Records, 1000 yenes.

Um jogo de cordas Fender Regular, made in USA, 1.200 yenes.

Um cd usado de jazz, raro, na Abbey Road, 3.000 yenes.

Um violão Yamaha not made in Japan, 20.000 yenes.

Um notebook da Acer, 4 GB, 640 HDD, 100.000 yenes.

Um automóvel Wagon R da Suzuki, zero quilômetro, 1.200.000 yenes.

Um piano de cauda da Steinway & Sons, 20.000.000 yenes.

Assistência geral, habitações temporárias no nordeste do Japão, 483.000.000.000 yenes. Bilhões.

Eliminação de lixo e escombro, 352.000.000.000 yenes.

Recuperação de infraestrutura, 416.000.000.000 yenes.

Empréstimos relacionados ao desastre, 640.000.000.000 yenes.

Subsídios fiscais para os governos locais, 120.000.000.000 yenes.

Despesas diversas, 800.000.000.000 yenes.

Tudo isso dá um total de 4.000.000.000.000 yenes.

Trilhões, só pra começar a arrumar. Prejuízos causados pelo terremoto, tsunami, sem contar a queda de produção industrial e comercial local e o acidente na usina nuclear, 25.000.000.000.000 yenes.

25 trilhões, na bucha.

Fonte: Revista Alternativa

Um comentário:

Camilo disse...

Putaquepariu! =8-O