Rio, Rio. Força pai, força mãe, força gente do meu Rio.

2 comentários:

Camilo disse...

Não deve haver dor maior do que perder um filho.

Tô chocado, abismado, entristecido...

De SP, Camilo.

Patricia Daltro disse...

Eu sou do Rio. E ontem não consegui sair de frente da teve e nem deixar de chorar. E vi, na hora da saída do meu filho, de um colégio público, o silêncio mais palpável de toda minha vida. A dor ontem era física...