Chove



Tá chovendo tanto em Hamamatsu que até o sol resolveu usar galochas.


Sabe aquelas coisas que a gente vê nos livros de escola e fica maravilhado quando vê assim, na cara, a poucos metros ou sob os pés?
Comigo, várias coisas bacanas.
Paris embaixo do meu All Star foi um sonho realizado.
Ver o Imperador japonês passando de carro, do outro lado da avenida.
Capela Sistina.
O Rio de Janeiro lá embaixo e o Cristo Redentor aqui do lado.
Bob Dylan no palco.
Mas tem uma coisa que tinha nos meus livros de geografia que eu nunca entendi muito bem e ainda não entendo, mas vivo neste exato momento: as monções da Ásia.
Chamar de monções é tipo dar nome científico para a bactéria que anda assustando a Europa, o E. Coli. Cara, é diarréia e desidratação, só isso.
Monções é o cacete. É chuva em cima de chuva. Chover no molhado. Os anos de chuva em Macondo.
Em tempo, aqui nós chamamos de monssu.

Um comentário:

peixoto999 disse...

Só quem leu Cem Anos de Solidão vai entender o seu "anos de chuva em Macondo". e para voce falar isso - nossa - deve estar chovendo muito por aí!

Aqui em Sampa, frio, só frio. O sol até aparece e tenta esquentar, mas...