john mclaughlin



Esse disco é legendário porque há duzentos e três anos atrás eu ia na casa do Paulão e sempre botava esse vinil.
Ficou um tempo em casa. Hoje em dia não sei seu destino.
Ontem botei mão num pequeno e econômico cd box do McLaughlin com cinco álbuns e tinha esse no meio.
Quase gritei é meu entre as prateleiras.
Hoje, passado o porre de ontem no festival de fogos do meu bairro, botei pra rodar.
A primeira faixa (New York on my Mind) abre com o Billy Cobham dando uma virada na batera pra guitarra começar a cantar o tema.
Esses segundos iniciais me transportaram para aqueles dias, há 203 anos atrás, quando éramos imortais e tínhamos um século para terminar e outro para começar.
E porra, ainda tem um solo de violino!
Um abraço e uma bênção a quem ainda tem 20 e poucos anos, mesmo que seja só no coração.

Um comentário:

osmar disse...

New York on my Mind... Sam, juro que fiquei curiosíssimo com este álbum, e vou agorinha procurar no youtube pra ver se dou de cara com essa música! Você tinha de ser comentarista sócio-musical, sabia? 1 abração, a gente se vê em New York, véio.

the Osmar.