Desculpa

Ou um gole d'água ou a água estava turva
ou o copo rachado
ou as mãos trêmulas ou o chão escorregando ou os panos sujos
ou a vida agitada ou peguei mas não vi ou sabia demais
ou a janela fechada
ou o vento levou
ou sozinho com dignidade ou solitário e balbuciando
ou perdendo meu tempo
ou capacho de emoções ou as horas não passam
ou meu dinheiro acabou
ou sabemos de tudo ou coragem, coragem
ou os livros na estante ou passa a régua e traz a conta
ou fecha a porta e apaga a luz ou bota o disco certo
ou meu deus, isso não tem fim
ou conversei com ele e tudo será com antes
ou os melhores dias estão por vir ou nada, nada, nada.

Nenhum comentário: