Bill Evans tocou, falou e disse




"A primeira execução inteira de cada música é o que se ouve. O Kind of Blue é notável sob esse ponto de vista, nenhum take inteiro foi deixado de fora. Acho que é isso o que atribui boa parte de seu frescor autêntico. As impressões do primeiro take, quando estão no caminho certo, são geralmente as melhores. Se você não aproveita isso, geralmente sofre uma baixa emocional, e aí terá de passar realmente por um árduo processo profissional para tentar se reerguer".

"Kind of Blue - A história da obra-prima de Miles Davis", de Ashley Kahn

Nenhum comentário: