Depois passou e ele realmente comprou amendoim torrado

Ele não poderia simplesmente morrer e abandonar seus pássaros empalhados. Ainda faltava pagar uma prestação do falcão peregrino e jamais devolveria o pássaro, nem depois de morto. Foi preciso vender a cabeça de rionoceronte branco, peça raríssima, para os remédios do mês passado e a condução para o médico.
Desde que lhe roubaram a carteira pela quinta ou sexta vez, tem sido uma batalha divina tirar todos os documentos novamente, principalmente a carteirinha do ônibus.
Talvez tenha que vender o tapete de tigre siberiano para passar o próximo mês.
Que nada, já tinha pensado nisso antes, prefere fazer rolo na casa a fazer uma bobagem dessa.
Bem, pra quem já vendeu um carro pra pegar um camarote no Sambódromo só pra ver a Luiza passar, faz de tudo. E dormiu bêbado, Luiza passou e tudo acaba em samba, mesmo.
O Miltinho Bolota tinha oferecido uma grana preta pelo tapete, mas naquela época ele tinha dinheiro. Tinha, depois que começou a sair com aquela viúva, prima do Vitorino, não passa na mesa de cacheta nem pra cumprimentar.
Ele não ia morrer, hoje não. Que morresse outro. Tanta opção nesse mundo e esse maldito desse enfermeiro tropeça e faz a cadeira de rodas descer escada abaixo feito o carrinho de Eisenstein até ele bater de frente com a parede.
77 anos não é idade pra bater de frente com parede, não naquela velocidade.
Quem iria tirar o pó das 13 corujas? Dos 11 canarinhos? Do galo enpedernido abrindo o gogó olhando encapetado pro espelho? Quem iria guardar todas as lembranças que cada bicho lhe trouxe? Ou cada negociata escusa para adquirir cada uma das espécies?
Não, deixe que morra lá pelo meio do mês que vem quando ele vai lá e paga a última promissória com a merreca que vem na aposentadoria. Ou vende a casa.

II
Mas pelo menos a febre baixou, comentou a filha adotiva para o velho senador aposentado, amigo da mesa de cacheta. O senador vai ver, logo passa tudo isso e ele vai lá e compra o amendoizinho torrado pra levar pra mesa de vocês.

Nenhum comentário: