Varal II



Varal tibetano no fundo de um quintal em Shimoda.
Os budistas escrevem mantras nos lenços.
O vento balança os mantras e carrega as palavras por aí.
Quem pegar, pegou.
Vento é de estufar o peito, fechar os olhos e voar.
Mantra mantra mantra.
Ar, sobretudo ar.

Nenhum comentário: