Preto e branco em technicolor



Seremos dez mil do mundo todo. 

Mais que isso, nós seremos todos os onze em campo vestidos de preto e branco com toda a América abaixo dos cascos do cavalo de São Jorge.

Jorge Henrique Guerrero é o nosso ataque. E pode ter um Sheik.

Espero que o meu grito de gol exploda muitas vezes nas duas partidas e que ecoe ecoe ecoe.


3 comentários:

rnt disse...

Imagina que surreal uma invasão corinthiana no Japão. o está lotado e o grito de 'aqui tem um bando de loco'? Fernandinho nem vai trabalhar no dia da semifinal. :)

rnt disse...

*estádio

Camilo disse...

Consulado do Japão em SP informa que nos dois últimos meses emitiu cerca de 8.500 vistos. A média mensal é de 850. Aê, Japão! Segura que a favela tá chegando. É nóis q tá. Nei, tô jogando em td que é loteria, entrando em todas as promoções que dão pacote pro Japão e tals... Pq okanenai (é isso, véi?).