FRANCISCO



Francisco mora só e na praça.
Francisco e eu fumando falando do Rio Grande do Norte.
Francisco pede pra mudar de assunto,
Diz que a mãe ainda mora na mesma roça
Em São Gonçalo que é perto de Natal
E que por conta do progresso
A roça diminuiu.

Francisco tosse e digo que São Gonçalo
É padroeiro dos violeiros,
Meu cigarro apaga,
Um cachorro encosta
Francisco diz esse aí anda comigo
Não tem nome não
Quando tem siri na praia ele sabe
E a gente vai lá.

E voltar pra São Gonçalo?

Hoje não.

Nenhum comentário: